Como efetuar um diagnóstico do seu automóvel consoante a cor do fumo dos gases de escape

Como efetuar um diagnóstico do seu automóvel consoante a cor do fumo dos gases de escape

Um dos sinais, que indica uma avaria do motor e dos sistemas relacionados com o mesmo é o fumo do escape. Muitos problemas podem ser diagnosticados através da sua cor e estrutura. Neste artigo iremos explicar-lhe quais são as cores, que o fumo dos gases de escape podem ter e as razões para o seu aparecimento.

Porque é que sai fumo do meu carro ao arrancar?

Se o fumo sair apenas quando liga o motor, especialmente em tempo muito frio e seco e o mesmo desaparecer após o motor ter aquecido, não se tratará de uma avaria. Desta forma, a condensação do sistema de escape evapora.

Porque é que sai fumo branco do tubo de escape?

Se o fumo do escape não desaparecer após o motor ter aquecido, e o mesmo ocorrer em tempo seco e quente, isso será uma indicação da entrada de água no motor. Por norma, isso acontece em duas formas: quando o fumo se mistura com o líquido de refrigeração, o que indica uma perda de estanquidade da junta da cabeça dos cilindros ou juntamente com o combustível, caso este seja de má qualidade.

 Como livrar-se de fumo branco? Tome as seguintes medidas: 
  1. Verifique o nível do líquido de refrigeração no depósito. A sua diminuição acentuada indica, que o sistema de refrigeração perdeu o seu aperto.
  2. Inspecione o compartimento do motor. Muitas vezes, as fugas podem ser detetadas na junção entre o bloco motor e a cabeça do cilindro.
  3. Dê uma vista de olhos no reservatório de refrigeração. A existência de óleo no mesmo é um sinal indireto da perda de estanquidade da junta da cabeça dos cilindros e em combinação com o fumo branco, poderá indicar, que o líquido de refrigeração entra na câmara de combustão do motor.
  4. Inspecione o tubo de enchimento do óleo. Este não deve conter nenhum vestígio de espuma.
  5. Se pelo menos um dos sinais acima for detetado, dirija-se a uma oficina para, que seja realizado um diagnóstico profissional. Será necessário a reparação e substituição da junta da cabeça dos cilindros e provavelmente a moagem das superfícies de ajuste do bloco motor e da cabeça do cilindro.
  6. Se não existirem problemas com o sistema de refrigeração, tente ir a outras bombas de gasolina.
  7. Verifique, se o depósito de combustível está estanque. Caso seja necessário, deixe-o reparar ou substituir.
Fumo branco

Se sair fumo branco do meu carro, posso continuar a conduzir?

Não, não deve continuar a conduzir. Nunca adie o arranjo de avarias. Quando o líquido de refrigeração é misturado com óleo, este dilui-o, o que prejudica as propriedade de lubrificação do óleo. Isso pode levar à degradação das peças móveis do motor. Por isso, mesmo que seja apenas para dirigir-se a uma oficina, deixe rebocar o seu carro.

Por vezes, o fumo branco vem debaixo do capô. Isso pode ser um sinal do facto de o líquido de refrigeração estar a ferver e o motor a sobreaquecer, bem como, da perda de estanquidade do radiador ou dos tubos. Neste caso, pare imediatamente o carro e deixe o motor arrefecer. Verifique o sistema de refrigeração. Depois, inspecione o sistema de refrigeração para verificar se existem fugas. Se detetar uma fuga grave, é proibido retomar a condução.

Porque é que sai fumo preto do meu carro?

Fumo preto e denso proveniente do tubo de escape é um sinal da mistura excessiva do ar/combustível. Isso poderá ser causado por um filtro de ar entupido, sendo que, devido a isso é fornecido menos ar ao motor, e devido a avarias da bomba de combustível ou do regulador, o que resulta num aumento de pressão na tubagem de alimentação do combustível.

 Se notar um problema, tome as seguintes medidas: 
  1. Meça a pressão do sistema de combustível com um manómetro.
  2. Verifique os injetores. Para fazer isso, use um multímetro para medir a resistência e comparar os valores obtidos com os valores existentes. Dirija-se com o seu automóvel a uma oficina, para levar a cabo um diagnóstico mais pormenorizado.
  3. Assegure-se, de que os sensores de oxigénio estão a funcionar corretamente. Primeiramente, verifique se o sensores estão firmemente ligados aos terminais. Limpe os terminais, caso seja necessário. Desmonte a peça e inspecione-a. A existência de depósitos no tubo de proteção do componente indica, que o mesmo terá que ser substituído.
  4. Ligue a ignição. Ligue as sondas do multímetro ao circuito de aquecimento. A voltagem deve corresponder a 12 V.
  5. Ligue as sondas ao fio de transmissão e ao chassis do carro. As leituras do multímetro devem corresponder a 0,45 V.
  6. Remova o conector do dispositivo. Meça a resistência entre os terminais do radiador. As leituras poderão diferir, dependendo do tipo de sensor, no entanto, não deverão ultrapassar 2 a 10 ohms.
  7. Instale o sensor novo, em vez do sensor defeituoso.
  8. Se tiver um automóvel a diesel, inicie o modo de recuperação do filtro de partículas diesel.
  9. Nos veículos a diesel, o fumo preto e denso pode ser causado pelo entupimento do filtro de partículas.
Fumo preto do meu carro

Se sair fumo preto do escape, posso continuar a conduzir?

Se sair fumo preto do seu carro, deve resolver o problema quanto antes. Na verdade, uma mistura excessiva de ar/combustível queima mais rapidamente, do que o costume, o que leva ao sobreaquecimento local dos elementos do motor. Além disso, uma parte do combustível acaba de queimar fora do silenciador, o que apresenta um risco de pancadas no motor e degradação do catalisador. As velas de ignição tendem a falhar antes do que é habitual. Com o tempo, os elementos do sistema de escape poderão arder. Por vezes, o motor acaba por gripar.

Porque é que sai fumo azul do meu escape?

Se notar fumo azul a sair do escape, isso será uma indicação para o facto de o óleo estar a entrar nas câmaras de combustão. Por norma, isso é causado pelo desgaste das peças do grupo do pistão-cilindro, gripagem dos anéis do pistão, degradação dos vedantes das hastes de válvulas e da utilização de óleo com viscosidade inadequada.

 Isto é o que terá de fazer: 
  1. Assegure-se, de que dispõe do óleo certo no seu sistema de lubrificação. Se não for o caso, troque-o, limpando o sistema.
  2. Meça a compressão dos cilindros no motor. Caso seja insuficiente, a câmara de combustão terá perdido o seu aperto e será necessário efetuar um diagnóstico mais pormenorizado.
  3. Leve o seu carro a uma oficina. Frequentemente, o facto de sair fumo azul do carro é um sinal de que o motor necessita de uma revisão. Não é possível realizar a mesma, sem a ajuda de especialista.
Fumo azul do meu escape

O que acontece, se eu continuar a conduzir com fumo azul a sair do motor?

O fumo azul em si é um sinal de que existem avarias. No entanto, se adiar a reparação, a situação apenas irá agravar-se. Por exemplo, se substituir os vedantes das hastes de válvulas e os anéis dos pistões atempadamente, poderá evitar sérios problemas. Porém, se decidir substituí-lo mais tarde, os pistões poderão queimar-se, o que irá implicar custos de reparação muito mais elevados.

Conclusão

Quase sempre, o fumo do tubo de escape indica avarias em vários sistemas do veículo. Não deve negligenciar este sinal. Afinal de contas, quanto mais cedo solucionar as avarias, menos danos causará ao seu automóvel.