Como escolher e substituir filtros de habitáculo

Como escolher e substituir filtros de habitáculo

A poeira, fuligem, as partículas de borracha, substâncias abrasivas, o ozono, os óxidos de azoto, gases de dióxido de carbono e o enxofre, benzol e pólen das plantas na primavera e no verão entram no carro através das ventilações juntamente com o ar. Devido ao espaço fechado, a concentração destas substâncias no habitáculo pode, muitas vezes, ser superior do que no exterior. Inalar ar poluído pode pôr pressão nos pulmões e causar reações alérgicas. O filtro de habitáculo (ou de pólen) é concebido para resolver este problema. Aqui estão as nossas dicas para escolher um filtro adequado de elevada qualidade para o seu carro.

A razão pela qual é importante substituir esta peça atempadamente

Um filtro de pólen é um consumível, por isso, deve ser substituído regularmente. É recomendável trocá-lo pelo menos uma vez por ano ou a cada 15 000 km. Se vive numa cidade grande e fica frequentemente preso em filas de trânsito ou, inversamente, se conduz em estradas poeirentas a maioria do tempo, pode precisar de substituí-lo com mais frequência.

Um filtro poeirento pode reduzir a eficiência dos sistemas de ventilação e aquecimento e ar condicionado, uma vez que a resistência do filtro ao fluxo de ar aumenta, devido a sujidade acumulada. Os vidros transpiram bastante em tempo chuvoso e, ao longo do tempo, começam a crescer bactérias patogénicas e fungos na superfície do elemento de filtragem.

A razão pela qual é importante substituir esta peça atempadamente

Por vezes, o elemento de filtragem torna-se deformado e o fluxo de ar contorna-o, deixando todos os contaminantes passar para o interior do habitáculo.

Os diferentes tipos de filtros do habitáculo

 Atualmente, os seguintes tipos são rxtremamente populares: 
  1. Filtro de barreira convencional. Estes prendem poeira, sendo feitos de papel específico ou fibras sintéticas. Costumam consistir de algumas camadas, em que cada uma é concebido para reter partículas de uma certa dimensão. É importante destacar que é preferível utilizar fibras sintéticas como material de filtragem, porque conseguem assegurar uma limpeza eficiente, sem oferecer resistência ao fluxo de ar. Em filtros de elevada qualidade, uma das camadas pode utilizar uma carga eletrostática, que permite às suas fibras reter até as partículas mais pequenas.
  2. Com camadas de absorção. Cada uma destas camadas tem uma base em têxtil com grânulos de carbono ativo de até 0,5 mm ligados a mesma. Os grânulos têm uma superfície porosa que absorve as moléculas de substâncias tóxicas que entram no carro através do ar. Estes filtros são mais dispendiosos, mas asseguram uma limpeza superior. Adicionalmente, neutralizam odores desagradáveis.
  3. Com uma camada antibacteriana. Esta camada é feita de material bactericida, normalmente em polifenol. Este une-se e neutraliza as bactérias e alergénios, e inibe o crescimento de bolor em várias dezenas de vezes. Estas peças são as mais dispendiosas, uma vez que garantem uma proteção máxima.

4 dicas da AUTODOC para escolher e utilizar filtros de habitáculo

  1. Escolha produtos de fabricantes conhecidos. Recomendamos as marcas Mann-Filter, Bosch, Mahle Original, Stark Automotive, Knecht, K&N e Ridex. Em artigos de baixa qualidade é utilizado menos material na produção das camadas de filtração, o que resulta numa limpeza inferior do ar. Os produtos de baixa qualidade podem até ter um filtro de carbono falso que, na verdade, seja apenas um filtro de poeira com uma das suas camadas pintadas à preto.
  2. Verifique o estado do filtro de pólen, se notar alguma das seguintes situações:
    1. Um odor desagradável no interior do carro;
    2. Está frio no carro mesmo com o aquecimento ligado ou está quente quando o ar condicionado está ligado;
    3. Começa a acumular-se poeira no painel de instrumentos.
  3. Escolha a peça sobresselente de acordo com as especificações do seu veículo. É impossível instalar componentes maiores do que precisa. As peças mais pequenas do que as standard permitem a entrada de ar não filtrado no habitáculo.
  4. Ao instalar um filtro, certifique-se de que o posiciona corretamente. A direção do fluxo de ar deve ser marcada na lateral da peça, o que é especialmente importante para os filtros antialérgicos e de carbono.
4 dicas da AUTODOC para escolher e utilizar filtros de habitáculo

Conclusão

O filtro de pólen não afeta diretamente a operação dos sistemas e conjuntos principais do carro, como por exemplo o motor ou a transmissão. Por este motivo, alguns proprietários não se preocupam em substituí-lo dentro do prazo determinado. Isto pode ser perigoso para a sua saúde. Componentes de elevada qualidade conseguem reter até 99 % de poeira e alergénios. Por isso, não deve poupar nesta peça. Seguindo as nossas dicas simples, irá assegurar um ambiente confortável e seguro dentro do carro por bastante tempo.