Como verificar um turbocompressor

Como verificar um turbocompressor

 Verificação do turbo: 8 passos fáceis 
  1. Escute o motor enquanto está frio

    Se ouvir um murmúrio na turbina quando estiver em funcionamento, provavelmente, os rolamentos estarão gastos. Se ouvir guinchos metálicos, provocados pelas pás do impulsor em contacto com a carcaça da turbina, isso indica a mesma avaria.

  2. Verifique se existem depósitos de óleo na carcaça do turbocompressor.

    Se os encontrar perto da turbina, muito provavelmente, o turbo está a falhar. Mas, se encontrar manchas de óleo na ligação com o coletor de escape ou no tubo de fornecimento de ar, algo pode estar errado com o sistema de ventilação do cárter ou o motor.

  3. Verifique a cor do fumo do escape.

    Se o turbocompressor estiver gasto, o óleo entra no coletor de admissão juntamente com o ar carregado e queima nas câmaras de combustão do motor. Por este motivo, os gases do escape ficam pretos.

  4. Scaneie o sistema com um dispositivo especial.

    Para realizar o diagnóstico irá necessitar de um adaptador, do software correspondente e de um portátil ou um smartphone. Todas as medições são feitas com o motor ao ralenti. Irá encontrar informações mais detalhadas sobre este método de diagnóstico no manual do utilizador do seu adaptador de diagnóstico.

  5. Remova o turbo do carro e verifique se o veio tem folgas.

    Segure a extremidade da haste e tente abaná-lo de um lado para o outro lado. A folga do componente não deve exceder 1 mm. A haste não se deve mover ao longo do invólucro.

  6. Inspecione as pás do rotor e as paredes do turbocompressor.

    As primeiras devem ter rebordos afiados e suaves sem limalhas, abrasões nem mossas. As últimas não devem ter qualquer sinal de contacto com as pás do rotor.

  7. Assegure-se de que o atuador e os sensores funcionam adequadamente.

    Não devem existir amolgadelas no invólucro do atuador, nem manchas de corrosão no topo da haste. Certifique-se de que o diafragma ainda está intacto. Levante a haste para a sua posição superior, feche o orifício com o dedo e tente soltá-la. A haste não deve mover-se quando o orifício está fechado. Assim que o destapar, a haste deve voltar a sua posição inicial. Verifique a parte elétrica do atuador com um multímetro.

  8. Se tem um turbocompressor de geometria variável, verifique se a turbina está presa.

    As pás devem mover-se livremente. Verifique a unidade, utilizando um compressor de ar e um manómetro. Se o anel da pá estiver intacto, o atuador irá mover-se livremente a uma pressão de aproximadamente 0,6 a 0,7 bar.

Comentar

Your email address will not be published. Required fields are marked *